Grupo Conserpa Enger

Condomínio fechado grande ou pequeno? Qual é melhor para morar?

PrintCondomínio grande ou pequeno?

Mas na hora de escolher onde morar muitos podem não perceber, mas o tamanho do condomínio é de grande importância e ele poderá trazer impactos positivos ou negativos, portanto é necessário fazermos uma breve análise das características de cada um deles.

Condomínio grande

Ele é mais encontrado nas grandes ou médias cidades onde a necessidade de moradia é maior e nesses locais é de vital importância o aproveitamento do espaço e com isso normalmente são feitos condomínios de casas e especialmente de apartamentos que mais se parecem em termos populacionais com pequenas cidades do interior.

A vantagem de um condomínio grande é o rateio dos custos que por ser compartilhado com um grande número de pessoas acaba se tornando mais barato individualmente. Custos com portaria, infraestrutura, serviços de limpeza, entre outros tende a se tornar mais barato na medida em que aumenta a quantidade de proprietários/moradores.

Como principal desvantagem está a alta taxa de aglomeração de pessoas que como já citado acima, em muitos casos pode ser comparado a cidades do interior em termos de população. Isto significa na prática que os benefícios também são compartilhados, como áreas de lazer e esporte, piscinas, academia, entre outros.

Condomínio pequeno

Eu moro em um condomínio de porte médio, mas pelo menos por enquanto ele pode ser considerado relativamente pequeno, já que existem poucos moradores e construções. Neste caso as vantagens e desvantagens geralmente são inversas às mostradas acima. Ou seja: o custo é maior, mas você tem uma taxa de compartilhamento menor.

Qual escolher?

Se você puder escolher, creio que é importante ler e considerar as colocações feitas acima e a partir do seu perfil tomar uma decisão. Existem pessoas que como eu tem certa dificuldade de conviver em ambientes com muita aglomeração e neste caso os condomínios menores são opções mais indicadas. Contudo para muitos o fator custo de vida é mais importante e portanto nesses casos vale a pena buscar um condomínio onde seja possível compartilhar os custos com mais pessoas.

Principais fatores que você deve considerar:

Compartilhe: