Grupo Conserpa Enger

IMÓVEL PRONTO OU NA PLANTA: O QUE É MELHOR?

Captura de Tela 2016-04-08 às 10.52.42 AMComprar um imóvel é um grande passo na vida de qualquer pessoa e que inclui tomar algumas decisões muito importantes. Uma dessas escolhas compreende definir se a compra será de um imóvel pronto ou na planta. Com vantagens e desvantagens, as duas opções disputam a sua preferência na hora da compra.

Sabe avaliá-las? Não? Continue lendo e veja como escolher!

O imóvel pronto

O imóvel pronto pode ser, tanto um novo, que foi posto à venda após a finalização da obra, quanto um mais antigo e, portanto, usado. Em ambos os casos, eles apresentam vantagens, como:

A mudança é mais rápida

Geralmente, o imóvel pronto garante que a mudança possa acontecer de maneira mais rápida. Desde a conclusão do contrato até a mudança, é muito comum que esse período não ultrapasse o tempo de 60 dias. Com isso, é uma ótima opção para quem não quer ou não pode esperar.

Há mais segurança

Comprar um imóvel pronto também é mais seguro porque, afinal, ele já existe. Se a situação estiver totalmente regularizada, ele provavelmente não exigirá nenhuma grande espera até a mudança, evitando que você pague por algo que pode nunca chegar. Por outro lado, esse tipo de imóvel também apresenta desvantagens que não podem ser desconsideradas, já que se trata de um grande investimento.

As principais desvantagens

É mais caro

A maior segurança implica em maiores custos. Isso significa que, mesmo imóveis mais antigos ou usados podem ser relativamente mais caros do que os na planta, fazendo com que o orçamento termine pesando mais.

Pode exigir grandes mudanças

Se o imóvel for usado, é bem provável que ele apresente algum tipo de problema, especialmente proveniente da deterioração do uso. Com isso, não é impossível que ele exija reformas para que você possa se mudar com segurança.

O imóvel na planta

Já o imóvel na planta é uma opção que tem sido mais procurada por quem deseja se ver livre do aluguel. Essa popularidade não é injustificada, já que algumas das suas vantagens compreendem:

Tem um preço menor

Se por um lado o imóvel pronto é mais caro, o na planta tende a ser mais barato. Isso se dá devido à necessidade de espera até a conclusão das obras e entrega das chaves, tornando-se um negócio vantajoso.

É novo

Além disso, esse tipo de imóvel é novo, o que significa que você poderá usufruir de todo o conforto de um lugar que nunca teve dono. Isso inclui o fato de não precisar de grandes reformas ou alterações, além da valorização posterior.

Desvantagens que podem pesar na decisão

Pode sofrer valorização na planta

Se a valorização é um bom fator após o imóvel ser entregue, é uma péssima condição durante a construção e financiamento. Além de aumentar as parcelas, esse reconhecimento pode impedir o financiamento.

Há mais riscos e mais demora

De todas as opções, esse imóvel é o que apresenta mais riscos, já que é preciso esperar a construção ser finalizada. Além da demora natural para se mudar, ainda há riscos da construtora atrasar, entregar errado ou pedir falência.

O melhor

Dentre as duas opções, não é possível afirmar de maneira definitiva qual é o melhor, já que cada um atende a um perfil. Quem é mais conservador e deseja uma mudança rápida, deve optar pelo pronto.

Já quem pode esperar a construção e quer economizar, deve optar pelo imóvel na planta. A escolha entre o pronto ou na planta deve ser tomada considerando as vantagens e as desvantagens de cada um. Com isso, você saberá qual é a que se encaixa melhor na sua vida e poderá fazer a escolha certa.

Compartilhe: